O que faz um eletricista em SP? Vendo esta pergunta assim pode até parecer que as coisas mudam de uma cidade para a outra. E não deixa mesmo de ser verdade, afinal de contas as cidades variam bastante de população.

Um lugar mais industrializado, como a metrópole de São Paulo, vai ter uma demanda para algumas áreas diferente de cidades rurais. Sendo assim é importante saber qual curso alguém focará para fazer antes de sair por aí estudando. Será um curso de eletricista predial em SP ou industrial? Confira tudo sobre o assunto aqui.

O que faz um eletricista em SP?

As atividades de um eletricista na cidade de São Paulo são praticamente todas as possíveis. Normalmente as pessoas irão ter problemas para arrumar desculpas de falta de trabalho.

E o melhor é que as áreas com grande industrialização não só são aquelas com maior número de vagas, mas também possuem um repertório incrível de opções dentro de uma mesma empresa.

Aqui estão algumas áreas muito comuns que você pode encontrar por aí:

1 – Eletricista de Reparos

O eletricista de reparos é um dos mais clássicos neste ramo. Aqui o profissional poderá investir em vários tipos de trabalho reparando pequenos defeitos que serão encontrados nas casas.

Assim como também é possível que ele sirva para trocar chuveiros, arrumar portões automáticos, e até mesmo trocar um ventilador de teto.

São as pessoas ideais para resolver os problemas mais corriqueiros que as pessoas não possuem a habilidade e técnica necessária para resolver. Popularmente são os chamados de “João faz tudo” ou “Marido de aluguel”.

2 – Eletricista Instalador

Praticamente qualquer edificação hoje em dia vai exigir uma boa conexão de energia elétrica. E isto torna todo o trabalho cada vez mais necessário. Ou você por acaso conseguiria morar em uma casa sem energia elétrica?

O fato é que o eletricista instalador também é uma opção muito comum no mercado hoje em dia. Afinal de contas o crescimento da construção civil em São Paulo é constante. Cada dia que passa você tem mais e mais opções para encontrar trabalho.

Mas é evidente que um eletricista instalador precisa dominar bem o assunto, pois é mais difícil concertar tudo do que fazer. Então o curso escolhido para se capacitar é ideal.

3 – Eletricista padronista SP

Escolher um eletricista que trabalhe com padrões e quadros de distribuição é realmente difícil. Digo isto porque esta é uma das áreas mais especializadas do mercado, e muitas vezes pode trazer um certo nível de dificuldade para se adaptar.

Então o que pode ser feito de melhor é escolher um eletricista em SP através de uma empresa empreiteira. Aqueles que conseguirem fazer um bom trabalho como autônomos terão a possibilidade de ganhar muito mais de maneira livre.

Podendo superar os tetos de ganhos de qualquer outra profissão. Vale a pena empreender nesta área com certeza!

Locais onde um eletricista em SP pode trabalhar

São vários os locais que comportam um profissional da área. Mas alguns deles se tornam os principais hoje em dia. Vamos conferir?

Residências

O eletricista residencial será aquele que fará principalmente os trabalhos de reparo e instalação. Ele estará envolvido em todas as etapas do processo. Seja na instalação para colocar a fiação inicial, ou mesmo depois removendo a antiga danificada e refazendo tudo.

As residências dentro de condomínio muitas vezes são construídas por empreiteiras. Assim é comum que elas tenham uma lista de eletricistas ligados à construção.

Mas esta também é uma área onde o trabalho autônomo tem a possibilidade de florescer e crescer ainda mais.

Prédios

Os eletricistas prediais são pessoas com trabalhos muito semelhantes à área residencial. Entretanto o destaque principal vai para um trabalho também focado nos quadros de distribuição.

Um prédio terá a sua fiação muito mais complexa do que qualquer edificação simples, por isso o profissional precisa ter destaque.

Hoje eu diria que este é um profissional bastante requisitado, já que São Paulo em si é um das cidades com o maior número de prédios no mundo. Por isso vale realmente a pena investir nisto.

O eletricista padronista terá grande destaque em prédios.

Indústrias

As indústrias são realmente uma das maiores consumidoras de trabalhos elétricos. Isto acontece porque praticamente tudo relacionado a ela irá precisar de uma alimentação.

A instalação elétrica de uma indústria definitivamente não é uma das coisas mais interessantes do mundo, mas é preciso ser feita da maneira correta. Por isso só os profissionais mais experientes são contratados.

Toda esta responsabilidade aumenta o salário e diminui a carga horária do trabalhador. Algo que irá compensar no longo prazo.

Claro, existem vários problemas relacionados à segurança do local. Sendo assim é importante que o profissional esteja atento às oportunidades e não deixe que as coisas são do controle.

O curso de NR10 é uma formação obrigatória para profissionais da área. E permite que a pessoa finalmente tenha a possibilidade de trabalhar com as melhores práticas de segurança.

Empreendendo

Outra área muito comum de trabalho é sendo um eletricista autônomo. Podendo a pessoa abrir um CNPJ como MEI, que é uma modalidade bastante barata que permite ele estar de maneira regular no mercado.

Isto o permite entregar notas fiscais e facilita a implementação de ótimas possibilidades e oportunidades.

Claro, não há uma segurança para que ele tenha um valor todo mês. O empreendedor precisa correr atrás dos seus rendimentos.

Mas ele vai ter à disposição todas as outras áreas para trabalhar. Atendendo até mesmo nas horas vagas enquanto é um profissional em outro emprego.

Com o tempo a clientela se torna fiel, e os ganhos são tantos que é possível se manter no mercado de maneira exemplar. Gerando resultados incríveis!

Este é um jeito de se trabalhar sem um teto da profissão, podendo sempre ganhar mais e mais.

No mais é isso, espero que esta seja a sua chance de finalmente conseguir bons rendimentos. Ser um eletricista em SP traz muitas vantagens e você precisa aproveitar todas elas.

Tendo alguma pergunta é só vir até os comentários, ok?

Nos vemos na próxima!